quarta-feira, 19 de julho de 2017

Resenha: Passarinho

Nome: Passarinho
Autor: Crystal Chan
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 222

Eu comprei “Passarinho” por causa da resenha que li no blog do Dav e depois de comprado ele ainda rolou um bom tempo na estante. Estou completamente arrependida de não ter lido antes.

O livro conta a história de Joia, uma menina de 12 anos que sonha em ser geóloga, e sua família supersticiosa e em luto. No dia em que Joia nasceu, seu irmão John - ou melhor, Passarinho - pulou de um penhasco e morreu. Depois daquele dia ninguém mais foi o mesmo. Seu avô não fala – ele se sente culpado por ter apelidado o neto de Passarinho e ter atraído um duppy que o fez pular. Os pais se suportam só o suficiente e ainda culpam o avô pela morte de seu irmão. Joia tem certeza de que nunca será tão amada quanto passarinho foi.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Resenha: Prometo Falhar

Nome: Prometo Falhar
Autor:  Pedro Chagas Freitas
Gênero:  Crônicas/Romance
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 399


“O problema das pessoas é pensarem que para ser sentido tem de ser difícil, que para ser verdade tem de ser demorado” – pág 40


Eu comprei esse livro por impulso. Fiquei apaixonada pelo título e pela capa e nem procurei saber sobre o que ele falava. Culpada eu sei – vivo fazendo isso. Mas não me decepcionei.


“Ainda não sei bem o que é o amor, o mais certo mesmo é que ninguém saiba” – pág 20.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Resenha: O Nome do Vento


Nome: O Nome do Vento 
Autor: Patrick Rothfuss 
Gênero: Fantasia Épica
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 650


Quando eu terminei de ler esse livro tudo que eu conseguia pensar era: “uauuu, sem oooor, que coisa maravilhosa, pelo amor de Deus, preciso do próximo AGORA”. Se George R.R. Martin é (pra mim) o rei da fantasia contemporânea, Patrick Rothfuss sem duvida é o primeiro na linha de sucessão ao trono.

“Em nome da simplicidade, presumamos que sou o centro da criação. Para isso, deixemos de lado inúmeras histórias maçantes. Avancemos depressa para a única história que tem importância real. A minha.”

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Resenha: Enquanto eu te Esquecia

Nome: Enquanto Eu Te Esquecia
Autor:  Jennie Shortridge
Gênero:  Romance/Drama
Editora: Única
Número de Páginas: 382

Livro cedido pela Editora única <3 

Confesso que o título desse livro me deu uma ideia totalmente diferente da real história. Eu esperava algo em que a mulher está saindo de um relacionamento, teve o coração partido e agora precisa superar e seguir a vida. Mas, felizmente, o livro me surpreendeu.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Resenha: Half Bad

Nome: Half Bad
Autor: Sally Green
Gênero: YA/Fantasia
Editora: Intrínseca 
Número de Páginas: 304

Antes de qualquer coisa eu tenho que admitir: comprei esse livro exclusivamente pela capa. Nunca tinha ouvido falar de Half Bad, mas ele estava me chamando e foi amor à primeira vista. Sim, isso acontece vez e outra. E a editora acertou em cheio nisso e por não ter traduzido o nome. Enfim...
Half Bad se passa em Londres, onde bruxos e félix (aka humanos) convivem sem que os últimos desconfiem sobre magia ou qualquer coisa do tipo. Os bruxos, por sua vez, são divididos em da luz e das sombras. Bruxos da luz são puros, representam o que existe de melhor da sociedade, que nunca usam magia para machucar os outros (ou é isso que eles dizem). Os bruxos da sombra são caçados pelos da luz e estão quase todos mortos. Existem também os meio-sangues: meio bruxos e meio félix, mas são ignorados pelos bruxos por serem considerados inferiores.